Sexta, 16 de Abril de 2021
(67) 9 9632-0879
Utilidade Pública VOLTA AS AULAS

Prefeito de Brasilândia explica o motivo da suspensão das aulas presenciais até julho

Entrevista foi transmitida ao vivo na Página da Prefeitura

04/03/2021 09h56
83
Por: Redação
ASSECOM PMB
ASSECOM PMB

Na última segunda-feira (01º) as Escolas e Centros Educacionais Infantis do Município retornaram às aulas, entretanto, de forma remota. As unidades divulgaram em suas respectivas páginas das redes sociais, como seria procedido o retorno.

O retorno não presencial é em virtude ao Decreto municipal 5404/2021, publicado na semana passada.

Segundo o prefeito Dr. Antonio Thiago, em entrevista concedida á rádio FM Cidade, um dos motivos das aulas ainda não retornarem neste momento é a forte ligação que o Município tem com as cidades vizinhas do Estado de São Paulo e atualmente enfrenta o número alto de casos de Covid-19.

“O prefeito segue as normas e regras do Governo do Estado, mas desta vez decidimos diferente do Estamos, pois a ampla maioria dos munícipes tem algum vínculo com as cidades vizinhas do Estado de São Paulo. E com número alto de Covid-19 em Dracena não haverá como retornar as aulas presenciais neste momento”, justificou.

Embora a posição geográfica possa colocar Brasilândia em risco, o prefeito analisa os números como controlado. Atualmente o Município registra 288 casos confirmados, sendo 276 pessoas curadas, sete que estão em tratamento e uma pessoa internada na UTI. Há seis pessoas que aguardam o resultado do exame laboratorial.

COMPRA DE VACINAS

Dr. Antonio reforçou mais uma vez que o Município tem interesse em comprar vacinas contra a Covid-19, no total de 5 mil doses. Segundo o prefeito, a equipe já está em contato com o Instituto Butantã, entretanto ainda não há previsão quando essa compra será efetivada.

Atualmente, Brasilândia recebeu 564 doses, sendo a maioria da Coronavac e uma pequena parcela da Astrazeneca. A vacinação está concentrada nos idosos (faixa etária dos 80 anos) e profissionais da Saúde que atuam no enfrentamento da doença.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Ele1 - Criar site de notícias