Quarta, 28 de Julho de 2021
(67) 9 9632-0879
Educação VOLTA ÁS AULAS

Aulas presenciais da Rede Estadual voltam no dia 2 de agosto

Haverá sistema de revezamento e bandeira vermelha limitar a 15 alunos em sala

01/07/2021 11h39
436
Por: Redação
Fachada Escola Estadual Adilson Alves da Silva
Fachada Escola Estadual Adilson Alves da Silva

Com professores vacinados e a imunização da população em ritmo "acelerado", na avaliação do Governo do Estado e MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul), voltam no dia 2 de agosto as aulas presenciais em sistema de revezamento para 200 mil alunos da rede estadual, em Mato Grosso do Sul.

Já os profissionais da rede retornam um pouco antes, no dia 19 de julho para planejamento das atividades e acompanhamento dos estudantes que ainda estarão em aulas remotas após o período de férias, que vai de 2 a 16 de julho. No dia 19, os alunos voltam às aulas remotas.

Não haverá revezamento entre os estudantes apenas quando o município estiver em grau baixo de risco de contágio da covid-19, ou seja, em bandeira verde. As aulas presenciais serão de acordo com Protocolo de Volta às Aulas, lançado em novembro de 2020, seguindo as bandeiras do Prosseguir (Comitê Gestor do Programa de Saúde e Segurança da Economia) determinadas para cada município do Estado.

 

Dependendo da bandeira, as escolas de cada cidade deverão seguir um conjunto de orientações para definir o total de estudantes presentes nas salas. A SED (Secretaria de Estado de Educação) informou que enviará para todos os gestores da rede as orientações para o retorno dos profissionais às escolas, previsto entre os dias 19 e 23 de julho.

 

Vacinação - A data de volta às aulas presenciais em revezamento ficou definida após reunião sob coordenação do MPMS, ontem (30).

 

Conforme o MPMS, o secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, afirmou que MS está sendo referência no plano de imunização e que as remessas de vacinas que chegarão esta semana e nos próximos meses garantirão uma grande porcentagem da população vacinada com a primeira e a segunda dose.

 

O secretário garantiu que a vacinação em ritmo acelerado proporciona um ambiente seguro para crianças e adolescentes nas escolas, pois os profissionais da educação fazem parte do grupo prioritário da vacinação.

Revezamento - Os municípios que estiverem na bandeira cinza, ou seja, grau extremo de contágio, poderão ter 30% dos estudantes presentes em sala, o que significa nove aulos.

 

Na bandeira vermelha, que é grau alto de contágio, 50% dos estudantes poderão ir às escolas, ou seja, 15 alunos em cada sala.

 

Para grau médio, na bandeira laranja, a sala poderá ter 21 alunos, 70% do total.

 

A bandeira amarela permitirá 27 estudantes em cada sala, 90% do total.

 

O município que estiver em bandeira verde poderá receber todos os 30 alunos na sala.

 

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Ele1 - Criar site de notícias